Filosofia

Filosofia é uma palavra grega que significa "amor à sabedoria" e consiste no estudo de problemas fundamentais relacionados à existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais e estéticos, à mente e à linguagem.

História

(do grego antigo ἱστορία, transl.: historía, que significa "pesquisa", "conhecimento advindo da investigação") é a ciência que estuda o Homem e sua ação no tempo e no espaço, concomitante à análise de processos e eventos ocorridos no passado.

Teologia

O presbiterianismo refere-se às igrejas cristãs protestantes que aderem à tradição teológica reformada (calvinismo) e cuja forma de organização eclesiástica se caracteriza pelo governo de uma assembleia de presbíteros, ou anciãos.

Linguas antigas

O hebraico (עברית, ivrit/ibrit) é uma língua semítica pertencente à família das línguas afro-asiáticas. A Bíblia original, a Torá, que os judeus ortodoxos consideram ter sido escrita na época de Moisés, cerca de 3 300 anos atrás, foi redigida no hebraico dito "clássico".

Professor Isaias Lobão em ação...

panel
3456
panel
345
panel
139
panel
89

  O Blog do Isaias contém vários artigos interessantes que nos levam à reflexão e aprimoramento intelectual.
Comente, compartilhe e curta os posts do professor Isaias Lobão. Leia +

O professor Isaias Lobão Júnior faz parte do corpo docente no Campus Paraíso do Tocantis do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantis.
       

 Isaias Lobao Pereira Júnior.

 Nasceu em Anápolis, Goiás.

 Casado com Talita é pai da Ana Clara e do Daniel.

 É presbiteriano. Gosta de pamonha de sal e de ouvir música dos anos 70.

 Professor do ensino básico técnico e tecnológico, atuando no Instituto Federal do Tocantins, campus Paraíso do Tocantins.

 Trabalha com tradução e revisão, especialmente nas áreas de Teologia, Filosofia e História, além de outros de caráter geral.

 Revisou obras das editoras Monergismo, CLiRe e Puritanos.

 Participou de cursos ministrados pela Kilgray Translations e pela Across Language Server para utilização de ferramentas de tradução assistida por computador (CAT Tools).

 

3 razões porque creio que Paulo é o autor da epístola aos Efésios

17 Maio 2017
3 razões porque creio que Paulo é o autor da epístola aos Efésios

Um tema muito debatido na pesquisa bíblica é o da autoria de Efésios. A opinião dos biblistas está dividida quanto à autoria paulina de Efésios, mas uma grande maioria de...

Sobre o latim

04 Abril 2017
Sobre o latim

Hoje, dia 4 de abril de 2017, vou iniciar uma turma de latim. Como parte do plano de trabalho no instituto federal, temos que oferecer cursos de extensão, com a...

Turma de Latim

Hoje, dia 4 de abril de 2017, vou iniciar uma turma de latim.

Como parte do plano de trabalho no instituto federal, temos que oferecer cursos de extensão, com a participação de alunos, funcionários e também da comunidade externa.

Lancei e o edital, iniciamente para 20 alunos, e esperei as incrições.

Para minha grata surpresa, apareceram mais de 90 inscritos. Dos quais somente 70 puderam ser selecionados através do sorteio. Tive que criar uma outra turma.

Tivemos mais muitos alunos interessados no curso de latim. Abri uma nova turma. Desta vez na quarta-feira, no mesmo horário.

40 alunos. 30 tiveram que ficar pra segunda chamada. E outros tantos não foram selecionados.

Vou usar como texto-base a pequena gramática de Paulo Rónai, Gradus Primus, curso básico de latim. Na época, Rónai era professor do famoso Colégio Pedro II no Rio de Janeiro. A primeira edição saiu em 1943.

Sinto-me honrado em dar continuidade a tradição iniciada por ele. Já que o livro foi concebido para ser usado no ensino médio e o Colégio Pedro II, hoje, faz parte da rede federal de ensino, junto aos institutos federais.

Então, falar de latim na rede federal não estranho e nem novo.

Vou ministrar o curso não como especialista, mas como generalista. Estudo também grego, hebraico e aramaico. Isto traz vantagens e desvantagens.

A vantagem primeiro. Por não ser um latinista, não vou apronfundar muito e entrar nas minúcias do estudo da língua. Geralmente o especialista se destacou muito e bem exigente, o que é bom, mas esquece que os meros mortais não suportam tanto conteúdo.

A desvantagem. Por não ser especialista, posso ensinar alguma coisa errada, fora das recentes pesquisas e encher os alunos de cacoetes. Além de não conseguir me aprofundar nos tópicos da gramática.

Mas, é uma vantagem também. O aluno verá que pode ter um conhecimento mais básico da lingua e ser feliz com isso. Sem muita pressão.

Para aqueles que vão se aprofundar, sei dar o caminho das pedras. Textos, gramáticas e estudos serão companheiros do professor e dos alunos.

E como dizemos em latim: Docendo Discimus. Aprendendo ensinando.

 

Professor Isaias

 Isaias Lobão Júnior

Professor - Instituto Federal do Tocantins
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
O professor é casado com Talita é pai da Ana Clara e do Daniel. É presbiteriano. Gosta de pamonha de sal e de ouvir música dos anos 70. Professor do ensino básico técnico e tecnológico, atuando no Instituto Federal do Tocantins, campus Paraíso do Tocantins.